quarta-feira, 7 de novembro de 2012

O começo do fim, ou o fim do começo?

Obama continuará sendo o presidente americano por mais quatro anos. Isto não é nada, eu já esperava. Pior é ver o júblio no rosto dos americanos. Ouvi uma garota dizendo hoje, ao saber da vitória: "é a prova de que existe bem no mundo."

Nenhum presidente dos EUA foi mais anti-americano do que Obama. Nenhum presidente foi mais socialista. Nenhum presidente foi mais anti-branco. Nenhum presidente foi tão mentiroso. Nenhum presidente ocultou tanto sobre sua vida pregressa. Nenhum presidente foi tão descarado. Nenhum presidente foi tão contrário às tradições anteriores americanas de liberdade individual contra o estatismo. E, no entanto, foi reeleito.

É verdade, com pouco mais de 50% dos votos, mas com a grande maioria dos jovens e da "nova população" americana. Talvez tenha sido a última chance para um presidente Republicano. Assim como o PT hoje domina no Brasil, os Democratas podem vir a dominar a Nova América.

Bem, pode ser que um presidente Romney não faria as coisas muito diferente -- no que se refere à politica externa, ao estatismo e ao controle da imigração, as diferenças não são assim tão grandes -- mas ao menos sua vitória seria simbólica de uma vontade de mudança. A vitória de Obama significa, basicamente, que o progressismo venceu, e não tem volta.

Seria fácil a partir daí, criar perspectivas escalofriantes sobre o futuro da América e do mundo. Eu mesmo às vezes penso em dizer aos branquelos sorridentes que me circundam: se é isso mesmo que vocês querem, então merecem mesmo tomar no rabo. Mas não acho que seja esse o caminho. Eu sei que este blog foi muitas vezes demasiado pessimista. No fundo, eu sou um pouco como a Lucy no quadrinho abaixo, sempre prefiro reclamar do que fazer algo a respeito:


Porém, há motivos para seguir em frente. Sim, a esquerda tem a seu lado a maioria da população, a opinião pública, a mídia, o dinheiro, o poder, as mentes dos jovens e também de muitos velhos. Mas nós temos uma pequena coisa que eles não têm: a verdade.

Não é muito, admito. Mas é algo. E a verdade tem um caráter perene, que nenhuma ilusão pode substituir.

Obama pode governar mais quatro anos e prometer mundos e fundos. Pode endividar a América até os ossos pagando o lanche e o hospital para imigrantes ilegais e tirando dos "ricos" para dar aos pobres seus amigos milionários (como os da Solyndra).

Por aqui, Lula pode voltar ao poder em 2016. Cristina Kirchner pode virar a primeira presidente zumbi. Chavez pode coroar-se, se quiser, imperador da Venezuela.

As pessoas podem continuar acreditando em bizarras idéias utópicas, igualitárias e socialistas por décadas. A radical substituição demográfica dos europeus por muçulmanos e dos americanos por mexicanos prevista pelos globalistas pode acontecer. Raios, pode até vir um tirânico Governo Global de proporções leviatânicas! A verdade continuará sempre ali, quietinha em seu canto.

Até que, um dia, o dinheiro ou a paciência acabarão. Um dia, ninguém mais acreditará em promessas vazias e sorrisos falsos. Um dia, a conta da reengenharia social chegará. Um dia, um menino apontará para o monarca e gritará que o Rei está nu. Um dia, a jovem que acredita que o mundo mudou descobrirá que tem uma dívida de milhares de dólares pela sua educação em Estudos Feministas e nenhuma perspectiva de trabalho. Um dia, os deuses do bom-senso retornarão. 

Neste dia, estaremos por aqui ainda, e nem sorriremos superiormente, e nem mesmo diremos, "eu não disse?"


52 comentários:

Chesterton disse...

é a hora que aparecem oportunidades.....

DD disse...

Sem comentários.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tpAOwJvTOio

KLR disse...

Um dos artigo mais lúcidos que li por aqui. Você conseguiu me passar seu pessimismo Dr. X. Vou deixar um comentário rápido aqui, participo de um grupo (no facebook) de jovens que vão pra um intercâmbio nos EUA. Falei que era a favor do Romney e o assunto acabou 'acabando' em casamento gay, aborto e tals. Falei que era contra o casamento gay... Pra que? Querem me expulsar do grupo, me chamando de preconceituoso e homofóbico(???).

Deixei um pequeno desabafo ai, mas sinceramente, o mundo esta perdido.

autor desconhecido disse...

Eu acho que os brancos tribalistas ficam esperando que a maioria dos liberais irão mudar uma hora o seu ponto de vista,sua ideologia, seus dogmas...
Tal como na história da Arca de Noé, eles devem deixar seus irmãos degenerados, sem olhar pra trás, pq senão ficaram ''paralisados'' e tentarão ajudar. Está havendo uma nova seleção dentro da raça caucasiana europeia. Eu vejo que a maioria dos conservadores continuam acreditando ''que uma hora o sistema irá mudar, irá cair na real'', isso não irá acontecer, parem de acreditar no sistema.
Aqueles que desejam uma França galo-romana,devem deixar os lugares onde os liberais dominam e construir a sua própria França, com fortalezas, castelos e fronteiras que bloqueiem a escumalha terceiro mundista de prosseguir, se somos índios que façamos como eles.
Os EUA tem um gigante pedaço de terras para reiniciar.

Melo disse...

Quero ver a polis deles pegar fogo, quero ver eles, o progressistas e tudo que amam, progredirem à toda velocidade direto para o inferno!
Ninguém que acredita na verdade, essa intolerante que não admite substitutas, deve tentar salvar essa puta infecta chamada America.


A Verdade Dói Mais Liberta.

Carpe Diem!

South Westerner disse...

Se eu não me engano, os democratas têm conseguido no mínimo dois terços do eleitorado hispânico para si nas últimas eleições. Basta ver a previsão demográfica para as próximas décadas e fazer as contas. O futuro dos EUA é democrata e só haverá espaço para aqueles republicanos adeptos do "compassionate conservatism".

Vigilante disse...

Anos atrás eu li um daqueles artigos de escatologia, onde era feito um estudo dos EUA, onde diziam que as elites políticas americanas colocariam em execução um plano interessante: Levar os EUA à decadência (moral, cultural, econômica) propositalmente, até que chegasse a um ponto em que ela (a América) morresse, e daí então ressurgiria como uma fênix, uma nova nação, que guiaria o mundo à uma nova era próspera e supostamente pacifica, Essa Nova América radiante guiaria o mundo ao próprio Anti-cristo ou coisa do tipo. Confesso que sou do tipo que não acredito em tudo, e igualmente não duvido de nada, mas é que depois de alguns anos, parece que tudo aquilo que li começa a fazer todo o sentido.

Obama surgiu num momento de crise apontado como um messias, um homem que resolveria todos os problemas da América, uma espécie de redentor, não foi. Talvez Obama seja um experimento, para testar à fervorosidade das massas americanas perante um messias nacional, e igualmente para pavimentar o caminho(decadência nacional) para o verdadeiro messias americano(ou mundial, quem sabe).

Parece muito paranóico não é mesmo? Há alguns anos atrás eu também diria o mesmo, mas hoje...

Mr X disse...

Ben avisou, "if you can keep it":

http://www.youtube.com/watch?v=YGL8CiUtXF0

Mr X disse...

O problema principal é a crise fiscal. Já tem gente apostando numa maxidesvalorização do dólar antes de 2016, ou numa crise tipo a grega mas com magnitude muito maior. E agora?

Investir no quê, ouro? Propriedades? Não que eu tenha muito dinheiro, mas enfim.

Anônimo disse...

Mr.X,

Para quem tem dinheiro(não é meu caso) e bom-senso, commodities agrícolas, minerais e ambientais são uma boa escolha nesses dias turbulentos.

AF disse...

Mr. X:

O que houve, censurou o meu comentário? =/

Mr X disse...

Olá AF,

Não chegou nenhum comentário seu neste post, mande de novo. Abs.

Chesterton disse...

é por aí, Mr, mas se o doler sofrer uma maxi ou os outros países fazem o mesmo ou tem guerra. Imagine os chineses verem suas aplicações em dólares perderem 30% do dia para a noite (não que sejam cambialmente honestos, enfim...).
A questão é que, ainda com Obama, o dólar é visto como colchão seguro. Culpa do Euro, que se ferrou antes do tempo previsto.
Mas não se apavorem, nós brasileiros vivemos aqui o que ameaça os EUA...e nesta eleição, eles ficaram mais parecidos com a América Letrina que nunca...

Chesterton disse...

http://www.nytimes.com/1860/03/24/news/macaulay-democracy-curious-letter-lord-macaulay-american-institutions-prospects.html

AF disse...

Estranho.

Independente disso, havia falado que no Dextra tinha um post falando que a extrema-direita deve torcer para a reeleição de Obama, com uma argumentação interessante e no final resume que quanto pior, melhor.

Mas sei lá é bom a gente ter uma definição do que é pior.

O que seria isso?

Quando os EUA forem de maioria mexicana / negra? Quando as minorias já não forem minorias e sufocarem qualquer possibilidade dos brancos irem em frente? Quando houver milhares de passeatas pelos gays, lésbicas, mulçumanos e outras "minorias"?

Não é bom se arriscar assim não, pois se fosse assim, países que estão numa situação pior como a África do Sul e alguns da Europa como a Inglaterra, França e Bélgica, estariam melhorando.

Lamentável e vergonhosa a posição da mídia nas eleições do One Big Ass Mistake America ou Obozo, como dizem uns (mas sem ofensas ao nosso querido palhaço Bozo que fez a alegria na infância de muitos brasileiros).

Rovison disse...

"Investir no quê, ouro? Propriedades? Não que eu tenha muito dinheiro, mas enfim."

Em imóveis, especialmente, terrenos em áreas periféricas com grande perspectiva de valorização ou construção de casas para as classes C e D utilizando o farto crédito do Programa Minha Casa Minha Vida da CEF. Comecei com duas casas um ano atrás e este ano devo entregar sete casas. Margem muito acima de qualquer investimento bancário ou mesmo em Bolsa.

Melo disse...

Cavalgar o tigre, é o que eu vos digo...

Direita disse...

AF,veja o argumento de david duke do porque a vitoria de obama ser melhor para os brancos do que a vitoria de romney.


http://www.stormfront.org/forum/t922867/

Mr X disse...

Brasil, e futuros EUA:

www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/11/121024_corrupcao_lista_mdb.shtml

Mr X disse...

Por outro lado:

"You only have power over people so long as you don't take everything away from them. But when you've robbed a man of everything, he's no longer in your power - he's free again." (Aleksandr Solzhenitsyn)

Mr X disse...

Jimmy Carter... Por que no te callas??

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/24425/processo+eleitoral+na+venezuela+e+o+melhor+do+mundo+diz+jimmy+carter.shtml

Vergara disse...

Os republicanos estão pagando pelos 2 mandatos anteriores do medíocre porém "cool" Bush.

Os extremos da direita e da esquerda vão surgindo à semelhança dos eventos de décadas atrás. No começo, uma vitória das esquerdas, seguida pela reação.
Não vejo outra alternativa, somente o bom senso sendo esmagado diante de duas feras movidas pelo ódio e irracionalidade.

Veremos que papel vai ter a China, que tem se contentado na prática de dumping ao redor do planeta. Já é o maior "parceiro" comercial do Brasil.
A Rússia tem voltado a um certo papel de protagonista. Fornece o gás que impede meia Europa de morrer de frio e tem comido pelas beiradas influindo diretamente em Belarus, Georgia e Ucrânia e com mafiosos exilados financiando parte da imprensa "progrecista". Embora, mesmo na russa os nacionalistas tenham saturado do putinismo.
E a Síria? Será que em um ano superará o número de mortos do Iraque? Obrahma finge não se importar, isso só renderia votos aos republicanos.
Israel fará o ataque "preventivo" contra o Irã?

Enfim, os próximos anos prometem. Os noticiários ganharam tanto botox e perdendo tanto as marcas de expressão que o público não se dá conta da realidade emergindo a passos largos diante de todos.

Mr X disse...

Bush era "cool"? Mas sim, acho que no fundo Bush e seu "compassionate conservatism" fizeram um tremendo mal a Partido Republicano.

O público é otário e gosta de ser enganado, aliás, é muito fácil enganar o público. Dê-lhes "casamento gay" e "anti-racismo" e eles vão ignorar até o fato dos EUA estarem à beira do abismo econômico.

Chesterton disse...

Teremos tempos interessantes pela frente, é bom estar na oposição....

Direita disse...

Vergara disse...
Os republicanos estão pagando pelos 2 mandatos anteriores do medíocre porém "cool" Bush.

Os extremos da direita e da esquerda vão surgindo à semelhança dos eventos de décadas atrás. No começo, uma vitória das esquerdas, seguida pela reação.
Não vejo outra alternativa, somente o bom senso sendo esmagado diante de duas feras movidas pelo ódio e irracionalidade.


caro,vergara. oque os ditos "racionais" moderados (aqueles querem,e são cúmplices com os que querem, transformar nações que chegaram no ápice no desenvolvimento em buracos do terceiro mundo) classificam como "extrema" direita, não é nada mais do que a real e legitima direita- livre de distorções provocada pelo marxismo cultural .


Mr X disse...

"Viva em tempos interessantes" é uma maldição chinesa. Prefiro tempos aborrecidos...

“Our future is to be a country ruled by a coalition of nonwhite parasites and white leftist scum.”
(Lawrence Auster). Palavras duras, mas verdadeiras.

Somos oficialmente uma minoria na resistência. Irredutíveis gauleses?

Direita disse...

Brasil, e futuros EUA:

www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/11/121024_corrupcao_lista_mdb.shtml

Comprar produtos falsificados

ou é isso ,ou pagar mais de cem conto em jogo pro PS.



Não declarar Imposto de Renda

oque?!...para contribuir com a transferência de renda (mais conhecida como roubo institucionalizado) e tratar de filho que favelado caga no mundo?!

autor desconhecido disse...

''Preto votou 93% para Obama
Os asiáticos votaram 72% para Obama
Latinos votaram 71% para Obama
Judeus votaram 69% para Obama

Brancos votaram 59% para Romney''

Peguei isso do Amren,
alguns pontos interessantes sobre a eleições Obamaniacs

hispânicos votaram em Obama por causa de interesses de grupo (manutenção da política ''portas escancaradas para imigração'')

asiáticos votaram em Obama, mais do que os hispânicos,
uma dúvida, quem realmente é considerado ''asiático'' lá??
votaram pelos mesmos interesses que as demais minorias e mais, segundo um comentarista lá no amren, os asiáticos começam a emular o mesmo comportamento tribalista-político de grupo dos judeus

pretos votaram em Obama, não preciso dizer o porquê, mas 2% menos de votos vieram deste grupo do que nas eleições anteriores o que nos indica que existe ainda alguma vida inteligente e sensata entre os afro americanos

judeus votaram em Obama, também não é necessário dizer o porquê, visto que neste caso, foram os judeus que botaram o ''falso messias mulato'' na casa branca, são os judeus americanos que estão fortemente representados na mídia americana e o mais importante, os judeus estão SUPER REPRESENTADOS nos principais cargos da mídia e da política americanas, não só influenciam nos corredores das emissoras, são eles que ditam as regras de cima, que todo mundo deve acatar, pelo bem de sua carreira
interessante neste caso é saber, qual judeu votou no Obama?
aquele que se define como judeu, nos censos sobre religiao? (5 milhões)
aquele que é judeu étnico praticante ou não, mischlingue ou ''puro''? (10 milhões)
ortodoxos votaram em Obama?

E por último, apesar da derrota, é muito interessante saber que praticamente 60% dos brancos americanos votaram em Obama, somando o número de americanos brancos que não votaram em ninguém, muitos deles provavelmente desapontados com a política americana, os números devem ser mais inflados que isso.

http://anepigone.blogspot.com.br/2012/11/on-2012-presidential-election.html

Dom Moleiro disse...

Na mosca ...

Dom Moleiro disse...

alguém aí sabe me informar como encontro o DEXTRA ? meu e-mail é "dom.moleiro@gmail.com"

autor desconhecido disse...

Sobre a ''cobertura'' da ''mídia'' na reeleição do Osama

Em todos os programas que butuquei eu vi um sorriso aberto dos ''informantes'' quando o assunto era ''eleições americanas'', o ápice da vergonha veio no programa ''agora é tarde'', o program cult ''nerd inteligente'' do ano, dito como ''underground e politicamente incorreto''.
Ouvi algumas pérolas, dupla moral dentre outras coisas

Segundo o ''humorista carioca'' em NY, o antro histórico do marxismo americano, ''a maioria dos americanos votaram em Osama''
também ficou notória a alegria descabida do ''repórter'' bem como das pessoas na rua, claro na vibrante e ''unida'' NY. (pena que o furacão não provocou mais estragos)
A dupla moral, hábito normal nos dias de hoje, eu chamo de hipocrisia, ficou evidenciado quando o ''raparigo'' (meu faro diz que o tal repórter é de estirpe judaica, quase certo disso) soltou a frase, ''até os monstros votaram em Obama'' apontando supostamente para um homem vestido de monstro azul da Disney, mas ''para nossa alegria'' o rapaz se dirige para uma ''moma Shanikwa'', linda de doer.

Chesterton disse...

então eu sou o druida..Panoramix (rs)

Mr X disse...

AD,

Pelo que li, hispânicos votaram 1% ou 2% menos em Obama do que em 2008, mas não muita diferença. Os judeus votaram em menor número: em 2008 tinham sido 79%, agora foram 69%.

Pelo cálculo numérico que alguém fez, Romney perdeu porque:

a) Muitos brancos dos estados liberais do Norte votaram em Obama (Obama ganhou quase todos os estados do Northeast, de maioria branca, bem como da West Coast).

b) Muitos Republicanos deixaram de ir às urnas, decepcionados com a mornice, a mormonice, ou algum outro fator de Romney.

Houve sete milhões menos votantes brancos do que em 2008. Considerando que 60% dos brancos tendeam a votar em Romney, isso poderia ter dado a vitória a ele.

De um jeito ou de outro, a culpa foi dos brancos mesmo.

AF disse...

Direita,

Vi o que o David Duke escreveu, mas de boa, não há um exagero por parte dele não?

"Romney is a White traitor, an American traitor, while Obama is a far more clear enemy."

Traidor branco? Não me parece e disse muitas verdades nessas eleições enquanto Obama já demonstrou muitos sintomas de não ser patriota.

Confesso que gostei muito dessa frase: “The traitor is always more dangerous than the man beyond the walls”, mas não se aplica a essas coisas, pois nesses mesmos fóruns nacionalistas eles dizem coisas semelhantes sobre Obama e se for verdade sobre ambos então os “sionistas” ganharam, ganharam e ganharam.

"When Romney supports the massive discrimination against Whites called affirmative action"

Não creio que Romney suporta ação afirmativa. Ele até criticou a ação isso nas campanhas e a mídia caiu em cima, mas depois ele meio que ficou sem jeito e tentou ganhar apoio, mas não creio que ele tenha apoiado de todo modo a ação afirmativa não.

"If Obama goes back in, unrest against the government and the anti-White programs can only grow"

Yes. =/

"Under Romney, most White Americans will be convinced their they are saved (…)"

Que Americanos brancos são esses que estarão convencidos que eles estão salvos?

Um bom conservador de direita sabem que AMBOS não são grandes coisas, mas que Romney é um pouquinho de nada melhor do que Obama. É como as eleições daqui da Dilma e do Serra aqui no Brasil.

"The only real reaction to this faux election is to boycott it or vote for any other candidate (…)"

É uma questão complicada isso e a mesma coisa é discutida muito entre os conservadores aqui no Brasil.

Por exemplo: votando em branco, damos mais chances para os bolsa-família da vida elegerem o PT. Votando no PSDB ou quais quer outros partidos opostos ao PT, elegemos um candidato que também apoia coisas ruins, mas não tanto como outro... enfim, é meio complicado, mas é ligado também a algo que poucos estão dando atenção: o sistema republicano.

Já ouvi falar, não sei aonde, uma frase que cedo ou tarde o sistema republicano termina numa tirania.

E também, não creio que os judeus devem gostar muito dos mórmons (essa heresia), pois eles acham que todo mundo vai para o inferno e eles tem mania de converter todo mundo, mesmo os mortos (realizando batismos póstumos) e já fizeram isso com mais de 610 mil judeus mortos, inclusive com a Anne Frank.

Até o sobrevivente do holocausto, Elie Wiesel já pediu ao Romney (que é mórmon) para que faça algo em relação a isso e no final ele apenas ficou marcado para converter-se ao mormonismo, basta bater as botas. (obs: porque Elie Wiesel fez isso?, "a casa branca é dominada por judeus sionistas, assim como todos os EUA", se eles quisessem "acabariam facilmente com isso", pois "dominam tudo, tudo e tudo", né?? estranho...)

Deve ser por isso que Romney não foi eleito... lol

AF disse...

Aturo Desconhecido:

É tão vergonhosa, que de boa, temos que fazer algo em relação as péssimas atitudes da mídia em relação a certas coisas.

Tipo, fazer protestos nas sedes de canais com cartazes mostrando fotos horríveis mesmo de um branco sendo morto por um negro, do genocídeio de brancos na África do Sul, de um mulçumano matando alguém, ou um cristão sendo morto por mulçumanos e perguntando porquê a mídia não mostra isso, espalhar isso para todo mundo, etc.

Os memes da internet costumam expressar muito bem a nossa reação ao ver a vergonhosa cobertura ou as "homenagens" que ele recebe: http://www.memes.at/faces/desk_flip.jpg (tá, foi exagero, mas chega bem próximo)

autor desconhecido disse...

''AD,

Pelo que li, hispânicos votaram 1% ou 2% menos em Obama do que em 2008, mas não muita diferença. Os judeus votaram em menor número: em 2008 tinham sido 79%, agora foram 69%.''

Sim, foi o que eu vi também.

''Pelo cálculo numérico que alguém fez, Romney perdeu porque:

a) Muitos brancos dos estados liberais do Norte votaram em Obama (Obama ganhou quase todos os estados do Northeast, de maioria branca, bem como da West Coast).''


Acho que aquele carinha do Occidental Dissent tem uma certa razão ao dividir os EUA em países distintos com propostas distintas.Os democratas seriam, historicamente os representantes dos brancos americanos do nordeste. Já no caso da Caulifounia, deve ser pelo nível de esclerose coletiva dos brancos que restaram, votaram no Bobama por puro desespero de que uma hora a natureza irá consertar o esquerdismo que reina quase absoluto naquele estado.

''b) Muitos Republicanos deixaram de ir às urnas, decepcionados com a mornice, a mormonice, ou algum outro fator de Romney.''

Você se esqueceu também dos independentes e dos democratas que também não foram às urnas. Uma dúvida, quantos são os eleitores americanos no total, e quantos votaram nestas eleições???
Eu também, se fosse americano, pensaria seriamente se votaria ou não neste Romney, o cara é contra o aborto, graças a essa prática que os negros americanos tem taxas de fecundidade mais baixas.

''Houve sete milhões menos votantes brancos do que em 2008. Considerando que 60% dos brancos tendeam a votar em Romney, isso poderia ter dado a vitória a ele.''

O Osama perdeu nas eleições de 2008 entre os brancos também né?
Um colega me passou uma informação sobre a popularidade do osama entre os brancos americanos, 72% deles desaprovam o governo do baracka.Ele viu no Zsbt.

''De um jeito ou de outro, a culpa foi dos brancos mesmo.''

Foi sim, mas tem aquela teoria
quanto pior, melhor e mais rápido esse sistema cái

autor desconhecido disse...

''Aturo''

????
Que diabos é isso??

''É tão vergonhosa, que de boa, temos que fazer algo em relação as péssimas atitudes da mídia em relação a certas coisas.''

Aqui no Brasil é meio complicado, no mais, temos de minar aos poucos a confiança da mídia por meio da internet, seja comentando em sites ou postando vídeos em redes sociais...
O pior é reunir o pessoal para fazer as manifestações, quantos esquerdistas roxos irão participar??


''Tipo, fazer protestos nas sedes de canais com cartazes mostrando fotos horríveis mesmo de um branco sendo morto por um negro, do genocídeio de brancos na África do Sul, de um mulçumano matando alguém, ou um cristão sendo morto por mulçumanos e perguntando porquê a mídia não mostra isso, espalhar isso para todo mundo, etc.''

Ou você pode usar o seu orkut ou facebook pra expôr essa realidade para as pessoas.

''Os memes da internet costumam expressar muito bem a nossa reação ao ver a vergonhosa cobertura ou as "homenagens" que ele recebe: http://www.memes.at/faces/desk_flip.jpg (tá, foi exagero, mas chega bem próximo)''

Pois zé, mas eu acho que como SEMPRE, tudo o que vem de fora o brasileiro copia, nada é criado aqui, os brasilóides levam a sério esta frase ''nada se cria tudo se -transforma-'',ficaria melhor
'nada se cria, tudo se copia''
isto significa que, quando a cobra começar a fumar lá pelos extrangeiro, a venenosa acenderá um charuto cubano aqui também.
O povo brasileiro não teve infância, até hoje continuam brincando de ''o mestre mandou''.

autor desconhecido disse...

http://somostodospalestinos.blogspot.com.br/2012/11/eleicoes-nos-eua-do-mal-menor-ao-mal.html

Direita disse...

AF,um dos pontos de david duke ,é que tanto democratas quanto republicanos levaram a America a situação que ela hoje se encontra.ate mesmo reagan ,que pra muitos é o conservador ideal, contribui ,ao dar asilo para mais 1 milhão de ilegais e manter as ações afirmativas que ele, em campanha, se dizia contrario, com esta situação .

o ponto principal defendido por duke,é que obama teria,ao contrario de romney,justamente por ser não-branco ,mais dificuldades em aprovar medidas anti-brancas .

Direita disse...

http://www.counter-currents.com/2012/11/a-white-nationalist-memo-to-white-male-republicans/#more-33272

oque acha deste artigo MRX? acha que ele pode acordar parte dos republicanos em relação ao que os EUA se tornou?

KRZ disse...

Bons eram os tempos de União Soviética, ao menos naquela época o inimigo estava atrás da cortina de ferro. No final por mais estranho que possa parecer, o bloco vermelho venceu, a América se rendeu aos delírios do coletivismo e estado onipresente.

Anônimo disse...

O que aconteceu com o recente artigo The Chicago Way, foi deletado pelo FBI?

Mr X disse...

Rsss, não, estou editando umas coisinhas, depois volta ao ar.

AF disse...

Autor Desconhecido:

'Aturo''

????
Que diabos é isso??


Foi um erro de digitação, foi mal.

Aqui no Brasil é meio complicado, no mais, temos de minar aos poucos a confiança da mídia por meio da internet, seja comentando em sites ou postando vídeos em redes sociais...

Falou certo e se olharmos essa desconfiança da mídia cresce cada vez mais, mas acredito que está chegando a hora de agirmos já.

Ou você pode usar o seu orkut ou facebook pra expôr essa realidade para as pessoas.

Exato. Uma outra alternativa são correntes de e-mail. Quem tem MSN e acessa e-mails com vários contatos já deve ter recebido aquelas correntes, que em muitos casos (mas nem todos é claro) tem assuntos interessantes e pedem para encaminhar.

Algo interessante a se fazer é anexar várias fotos em um e-mail de brancos sendo mortos na África do Sul e alertar as pessoas, pedir para fazer a parte delas reencaminhando, que estaremos salvando os brancos, para não quebrar a corrente (muita gente simplesmente obedece quando está escrito isso), etc.

O povo brasileiro não teve infância, até hoje continuam brincando de ''o mestre mandou''.

Aqui no Brasil nem se fala, mas o problema é que a Europa e a América estão mais ferrados e que nunca e lá que eles tem mais chances de agir se unirem-se e fazer algo em relação a mídia.

Se bem, Autor Desconhecido, que até aqui no Brasil já fizeram protesto contra jornais e deu certo. No Rio Grande do Sul, há um jornal chamado Zero Hora que, se eu não me engane, dava notícias erradas e povo gaúcho fez uma pressão e boicote para o jornal se desculpar.

A Rede Globo sempre zombou dos gaúchos e os gaúchos boicotaram a Globo que hoje (quase) nem zomba deles mais.

Isso mostra que é algo não muito difícil de fazer e pode sim, trazer resultados!

AF disse...

Direita,

Entendi, mas creio que mesmo se fossem outros partidos e outros presidentes o negócio ia descambar para isso mesmo: falência dos EUA, pois boa parte também está no sistema republicano, ainda mais o presidencialista, que não é uma forma muito eficiente de governo.

Se bem que monarquia nos Estados Unidos? Meio difícil, senão, impossível e mesmo as monarquias da Europa estão se lixando para a população.

O negócio seria pelo menos o parlamentarismo republicano, daí o presidente não poderia fazer tudo o que quer.

autor desconhecido disse...

''Foi um erro de digitação, foi mal.''

É pq eu entendi ''aturo'' de aturar, aí eu pensei
''Tem razão''kkkkkkkkkkkk

''Falou certo e se olharmos essa desconfiança da mídia cresce cada vez mais, mas acredito que está chegando a hora de agirmos já.''

Eu já to agindo desde o primeiro ano que aprendi a manusear um mouse. Vejo menos resistência mas lá pelos anos de 2008,2009 ainda era barra viu.

''Exato. Uma outra alternativa são correntes de e-mail. Quem tem MSN e acessa e-mails com vários contatos já deve ter recebido aquelas correntes, que em muitos casos (mas nem todos é claro) tem assuntos interessantes e pedem para encaminhar.
Algo interessante a se fazer é anexar várias fotos em um e-mail de brancos sendo mortos na África do Sul e alertar as pessoas, pedir para fazer a parte delas reencaminhando, que estaremos salvando os brancos, para não quebrar a corrente (muita gente simplesmente obedece quando está escrito isso), etc.''

Tudo é válido, só baaasta acrediitar...kkkkkk
Usar o humor também é uma excelente chamada, visto que o mesmo é a maneira mais fácil e eficiente de passar uma informação aos demais, as pessoas acham engraçado e nem percebem que aceitaram a notícia ou dados sem resistência. Quando percebem já é tarde demais.

''Aqui no Brasil nem se fala, mas o problema é que a Europa e a América estão mais ferrados e que nunca e lá que eles tem mais chances de agir se unirem-se e fazer algo em relação a mídia.''

Sim, mas como eu disse no último post,apocalíptico do X,
num mundo maravilhoso, sem problemas, nem vc e nem eu iremos tirar a bunda da cadeira e agir.
Por isso estou tão otimista, pq quanto pior a situação mais impossível se tornará a negação da realidade e a ação.
A coisa mais importante que os brancos precisam fazer (e outros) é tirar da cabeça que a mídia oficial ainda tem chances de mudar seu comportamento completamente, repito, vamos parar de acreditar naquilo que os papagaios da mídia falam. Eu vejo que tem muita gente, já previamente despertada, que fica tentando encaixar aquilo que descobrem por conta própria com aquilo que é passado na mídia, parem de fazer isto e acreditem em sua capacidade de pensar sem atravessadores.

''Se bem, Autor Desconhecido, que até aqui no Brasil já fizeram protesto contra jornais e deu certo. No Rio Grande do Sul, há um jornal chamado Zero Hora que, se eu não me engane, dava notícias erradas e povo gaúcho fez uma pressão e boicote para o jornal se desculpar.''


Claro, pq o sul ainda é predominantemente caucasiano, não espere que o povão fará isso um dia, eles só reclamam, quando reclamam,quando aquilo que podem ter em mãos começa a faltar, tirando isso..pra eles, abstratismos mentais são tão complicados quanto física quântica.

''A Rede Globo sempre zombou dos gaúchos e os gaúchos boicotaram a Globo que hoje (quase) nem zomba deles mais.

''Isso mostra que é algo não muito difícil de fazer e pode sim, trazer resultados!''

Deixa ver se entendi, os gaúchos boicotaram, a estorvo parou de zombar, aí eles voltaram a ver em peso a ''emissora''.

Anônimo disse...

Não tem nada mais coletivista do que o racismo ou racilismo. Então não venha criticar o Obama por suas medidas socialista, você não é diferente dele.

autor desconhecido disse...

Anônimo,
pressupõe-se que é um socialista de esquerda (chupa bolas quenianas) então..

Mr X disse...

Olá Anônimo,

Poderia explicar melhor?

Eu acho que já deixei claro aqui que sou (com ressalvas) libertário, pró-capitalismo e pró-individualismo, com simpatia pelo cristianismo. E embora alguns etno-coletivistas / ateus & nacionalistas brancos pareçam comentar às vezes por aqui, não é a minha linha.

Porém, também sou a favor da sobrevivência da raça branca (i.e. povos europeus), será que é pedir muito? Não quero mais do que isso, mas hoje em dia, a situação está bem difícil pros euro-descendentes, ainda que não irresolvível.

Pergunta: porque negros e índios podem se organizar em movimentos raciais, porque hispânicos e mestiços podem, porque até asiáticos podem se organizar em movimentos étnicos, porque podem todos menos os brancos europeus, que já vira "extremismo"? Credo, calma lá.

Não que eu seja necessariamente a favor desse tipo de organização, ao contrário dos comentaristas eu não tenho plano político nenhum, e não gosto de violência nenhuma, nem verbal, só falo das coisas que vejo e ouço, é tudo. Não quero mudar o mundo nem nada.

Mas tenho todo o direito de reclamar de Obama, isso acho que sim. Ele faz parte do projeto revolucionário progressista, e está ferrando com os EUA.

Direita disse...

Não tem nada mais coletivista do que o racismo ou racilismo. Então não venha criticar o Obama por suas medidas socialista, você não é diferente dele.


pronto....e assim falou o anonimo olavete!

logica olavete: coletivismo = comunismo!

então seria, segundo os olavetes ,o cristianismo uma religião comunista:pois segundo a biblia, o coletivo que não aceitar a deus vai para o inferno ,ja o que aceitar vai para o céu ?

e as nações ,que nada mais são o fruto do coletivismo ,seriam elas coisa de comunistas?seriam os fundadores dos EUA...comunistas?!


os comunas pregam pelo coletivismo universal total: um mundo sem fronteiras terrestres ou biologicas ,sexuais ou de classe onde todos não passam de gados humanos sem nenhuma identidade. coisa contraria isto pregam os racialistas ,que praticam o coletivismo discriminatorio ,onde as varias coletividades humanas ,sociais e territoriais são respeitadas e preservadas .


DIREITA disse...

cadê meu comentário, MR X? porra,assim já é perseguição!

AF disse...

Autor Desconhecido:

Concordo, mas no caso dos gaúchos terem voltado a assistir, não sei, eles podem até ver, pois de vez enquanto passa algo interessante no Fantástico e no Jornal Nacional, apesar de todo esquerdismo desses, mas certamente estão de olho, caso algo aconteça de novo.